quarta-feira, 18 de março de 2009


A determinação da equipe econômica em mudar as regras da caderneta de poupança vai prejudicar principalmente os mais pobres, que só têm neste tipo de investimento a única forma de proteger seu dinheirinho da inflação.

A justificativa de que, com a queda dos juros, outros investimentos perdem atrativo junto à poupança não serve como argumento para mudar as regras da poupança.

Talvez, a verdade seja o medo do governo em perder arrecadação, pois se todos os graudos mudarem para a popupança, que é isenta de impostos, o governo deixa de arrecadar com os tributos que incidem sobre os fundos, principal destino do dinheiro dos que têm mais para investir.

2 comentários:

Araújo disse...

MUITO BEM CRISTIANE, TEMOS QUE ESTARMOS LIGADO EM TUDO QUE ACONTECE NESTE PAÍS. E VOCE É A PESSOA IDEAL PARA NOS REPRESENTAR. UM ABRAÇO FRATERNO DO AMIGO ,

PROFº ARAÚJO

Adriano Alves e moro em Copacabana disse...

Concordo Cristiane, realmente o governo não está interessado em beneficiar a poupança do pobre e. sim , enriquecer mais os bancos,como fez o fernando henrique. É tudo a mesma coisa.