segunda-feira, 13 de abril de 2009

O Rio não merece II


Apesar de muitos insistirem em ignorar a realidade, queiram ou não a favelização e a desordem são sim fatores que contribuem para o estado de guerra urbana que assola as grandes cidades deste país. A violência, no meu modo ver, é um das consequências mais evidentes do processo de degradação urbana.

Mas, não basta culpar apenas as autoridades atuais, nem tampouco as diversas crises que inibiram investimentos em décadas perdidas de 80 e 90. O que houve sim foi descaso para com uma demanda habitacional crescente, já que o déficit de moradias no país, segundo levantamento do IBGE, já atinge 9 milhões de casas. No Rio, este número alcança 600 mil unidades. Ou seja, deixaram proliferar as ocupações irregulares até o ponto em que os custos para uma volta à ordem urbana são proibitivos econômica e politicamente.

Mas, antes que paladinos da inação me crucifiquem, é preciso reafirmar que o que defendo é que uma política habitacional aliada à adoção de outras de infra-estrutura devem tomar o caráter de política de estado e não só de governo, para que erros da descontinuidade, como ocorridos no passado, não voltem a condenar ao fracasso os programas de reassentamento, que poderiam contribuir para o fim da desordem.

10 comentários:

huevoscocodrilo disse...

Hi !

so, what can be done with all these people ??

Greetings:)

Anônimo disse...

Ninguém ainda falou das invasõs de galpões e terrenos baldios nos suburbios, q tem levado a desordem em muitos bairros. Aqui em Bras de Pina acabou a tranquilidade q tinha no passado. Cristina Alves, de B de Pina

Noemia almeida disse...

Como toda vez é assim, um governo não segue o que o outro faz. e a gente fica sem saída para a questão da moradia pra pobre e aí tem a favela.

Anônimo disse...

Os conjuntos habitacionais tiveram um sucesso nas décdas de 60 e 70, e nos anos 50, os cinjuntos dos institutos Ipase, Iapetec, 4º Centenário, em diversos bairros da cidade. Ainda hoje estes conjuntos abrigam gerações de famílias,com muitos apartamentos modestos, porém, confortáveis. Mutos conjuntos do suburbio e zona norte sofreram com o abandono e estão caindo aos pedaços. O que faltou foi estabelecer a responsabilidade dos morsdores em preservar e o governo em continuar investindo nisso. Foram mais de 20 anos sem contruir praticamente nenhum conjunto novo e a favelas tomando conta do Rio. Muitas favelas viraram lugar de ninguém com muitos bandidos aterrorizando o morador de bem. Agoera querem murar as favelas para ver se elas param de crescer. Ta´errado pois elas tem crescido pra cima, cada barraco agora tem até 10 andadres. Não vai mudar nada. Oswaldo Nunes Ribeiro, tenho 62 anos, e moro na Teixeira de Castro em Bonsucesso.

Anônimo disse...

Virou cultura essa favelização maldita isso podereia estar bem diferente se os nossos governantes destruisem todos os morros do Rio de janeiro bem no comecinho do século xx e impidissem a imigração
desordenada

Noel Cesar, mro no Flamengo. disse...

Cristiane, vc está certa quanto à descontinuidade das boas idéias administrativas, que poderiam slvar o Rio da degradação urbana. Acho que muitos governantes só tem compromisso com ele mesmo. Não estão muito preocupados com a cidade, como foi o caso do último prefeito Cesar Maia, que com seu favelabairro, incentivou o aumento das favelas. Será que este que aí está vai seguir o mesmo descaminho?

Anônimo disse...

Creio que a favela é um problema antigo que nos afeta bastante, e que já passou da hora de dedicarmos uma atenção a ela. Acho que deveria ser realizada uma conscientização da população que reside nesses lugares a fim de fazer com que entendam os malefícios que estão causando a si próprios, pois a ampliação das favelas, tanto para cima quanto para os lados, causam um desequilíbrio ambiental e aumentam os riscos de desabamento. Claro que essa conscientização tem que vir agregada a uma proposta política (que tem que ser cumprida), proposta essa que se comprometa a fazer com que os espaços vagos existentes no Rio de Janeiro se tornem moradias seguras e confortáveis. Bom é isso que eu acho. E creio que não é algo impossível e nem utópico, basta que o nosso querido governador esteja disposto a isso.

manuela disse...

Creio que a favela é um problema antigo que nos afeta bastante, e que já passou da hora de dedicarmos uma atenção a ela. Acho que deveria ser realizada uma conscientização da população que reside nesses lugares a fim de fazer com que entendam os malefícios que estão causando a si próprios, pois a ampliação das favelas, tanto para cima quanto para os lados, causam um desequilíbrio ambiental e aumentam os riscos de desabamento. Claro que essa conscientização tem que vir agregada a uma proposta política (que tem que ser cumprida), proposta essa que se comprometa a fazer com que os espaços vagos existentes no Rio de Janeiro se tornem moradias seguras e confortáveis. Bom é isso que eu acho. E creio que não é algo impossível e nem utópico, basta que o nosso querido governador esteja disposto a isso

Anônimo disse...

Há uma mafia bem pior que a Italiana por de traz disso em uma cidade como o Rio de Janeiro e em um Pais como o Brasil muita corrupção muito corporativismo Politico
Quem deseja que as Favelas continuem?
Quem Financia os Donos das Bocas de Fumo nos Morros Cariocas?
Sera que a Bala é mesmo Perdida?
Duvido muito de Politicos Esquerdistas e emissoras de TV como a Rede Globo pode ser ela que financia os Traficantes e o Narco Trafico e tambem pode ser ela que provoca conflitos nos morros do Rio para enxertarem la dentro os seus espições que são as Famigeradas ong,s e que recebem gordas mesadas da Globo(E se dissem movimentos Sociais dos excluidos) para provocarem tumultos causarem Panico entre a População e assim conduzirem a Sociedade de uma Forma CRUELMENTE BOVINA NA DIREÇÃO DE SUAS BESTIALIDADES Por exenplo sera por ordem de algum Barão da midia"Venus Platinada" que um Trficante dispara dispara um tiro do alto de um morro para que propositalmente acerte alguem e para que depois a culpa seje inteiramente jogada nos Policiais Militares ou comicamente nas próprias Armas
Gerando assim anarquias Ódio contra PM.S Campanhas Amaldiçoadas Desgraçadas de Desarmar o Cidadão de Bem o Cidadão Honésto deixando o como escravo de bandidos e do medo sem ao menos ter a livre escolha de querer se auto defender?
Isto uma MALDADE sem limites Isto é Desumano Isto é Nojento e Perfido
Mais para Familias como a a amaldiçoada pelos mensageiros de Satan denominada "IRINEU MARINHO" Géra demagogia discusões Folhetims
E para Politicos Gera Populismo Lób com a Poderossa da TV e votos
as custas de um povo que não tem direito a absolutamente nada nada nada
Eu acho que Infelizmente as Favelas (Denominadas Bestialmente Agóra de "cumunidades") Nunca acabarão!
Pois se acabarem
aonde as Reginas Cazés da vida os Amaldiçoados Sociólogos as ONG,S os Traficantes, os malditos cantores de Hip Hop ou Funkeiros e etç.. Manifestarão suas Indecencias suas Pervesões Morais?
Aonde os Politicos"Esquerdistas" pregarão promessas que não cumprirão? e proliferarão o maldito Populismo?
aonde a maldita OAB Padrecos vermelhos e o DESGRAÇADO DIREITOS HUMANOS CHORARAM POR MARGINAIS ENQUANTO VARIOS Policias que morrem em atividade são desprezados como se fossem os bandidos os mals nestas historia?
Maldito Populismo
Maldita Rede Globo
Maldito direitos humanos
Amaldiçoadas ONG,S e seus fundadores que são protegidos por traficantes de morros e são pessoas perigósissimas
Malditos Sociologos de esquerda

ALCINO FONSECA disse...

ACHO QUE VC ESTÁ CERTA MAS AS COISAS TÃO MUDANDO POIS MUITOS CONJUNTOS HABITACIONAIS TEM VOLTADO. PERTO DO ALEMÃO TEM UM QUE DE PRIMEIRO MUMNDO..