quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Global crash II




Por mais que as autoridades do primeiro mundo tomem medidas para debelar a crise, com o despejo de bilhões e bilhões de dinheiros públicos nos bancos em insolvência, a verdade é que a confiança dos povos no sistema foi para o brejo. E confiança não se compra, se conquista. Uma nova ordem mundial deve surgir com o colapso financeiro e o mundo capitalista passará por questionamentos, que obrigarão aos donos do mundo revisão nos mecanismos de controle. Depois da queda do Muro de Berlim, o mundo, agora, se deu conta de que ficara capenga. O reequilíbrio levará tempo, a um custo incomensurável. O momento é de prudência em todos os sentidos.

2 comentários:

excavator tracks disse...

very cool.

Celezthe disse...

Percebi que o presidente Lula e o Ministro Mantega, relutou muito mas, finalmente admitiu que a crise atual, é de grandes proporções.(Antes era Marola, Marolinha, Mariola etc..........)
Li segundo a maioria dos analistas, que a crise é muito mais grave do que as do período do F.H.C.
E o Brasil hoje está mais preparado, para o enfrentamento dessa crise. Tem um colchão de reservas de mais de 250 bilhões.
Mas,haverá redução do crédito, interno e externo, reduzirá o emprego, as exportações e importações estarão comprometidas.
O Brasil crescerá menos, não se sabe ainda o quanto.
E o novo presidente dos Estados Unidos? Como se comportará?
Não sei como se sairá o presidente LULA, QUE MEDIDAS TOMARÁ??? a médio e curto prazo?? Pois a longo prazo (é só preparar o caixão).
Sabemos que o campo Econômico e Político são indissociáveis.
Os gastos públicos serão reduzidos, inclusive é claro os programas assistencialistas.
Li também nos jornais, que os concursos públicos estão ameaçados.
UFA! É SÓ TERROR. QUE SITUAÇÂO !!!!
Que Deus nos ilumine.

Celezthe